segunda-feira, 2 de abril de 2007

Individualismo


Que nossa sociedade é cada vez mais individualista, disso pouca gente duvida. Nossos computadores são pessoais, nossos telefones também e até a música que a gente ouve não pode ser compartilhada com mais ninguém, graças aos fones de ouvido dos nossos iPods.

Pois bem. Sabe qual é a última novidade nesse campo? Quartos separados para casais que moram juntos. Pesquisa da Associação Nacional dos Construtores, lá nos Estados Unidos, revelou que 25% das casas em construção foram projetadas com quartos individuais para maridos e esposas. O mesmo estudo calcula que até 2015 60% dos lares serão desse jeito. A Veja até publicou uma matéria sobre esse assunto.

Os motivos para essa nova esquisitice moderna são vários. Não ser incomodado pelo ronco do parceiro, a vontade de ler na cama até mais tarde sem atrapalhar ninguém, não precisar acordar mais cedo por causa do despertador do outro – e por aí vai.

Esse exemplo dá o que pensar. Para começo de conversa, estamos todos menos tolerantes com as diferenças. Ao mesmo tempo, queremos cada vez mais as coisas do nosso jeito – e estamos dispostos a pagar mais por isso.

Não é por outro motivo que cresce rapidamente a tendência de customização de produtos e serviços. Para conquistar as classes mais altas, que privilegiam fortemente a exclusividade, esse pode ser um tremendo diferencial.

3 comentários:

Gustavo Ramos disse...

Oi Marinho!

Sempre te leio no Blue Bus... acabei de assinar o RSS do seu blog!

Dê uma passadinha no meu:
www.srnoticia.blogspot.com

Abraços!

Katia Becho disse...

Olá, Marinho, será um prazer acompanhá-lo tbem no blog. Boa sorte!
Vc não acha que as duas tendências comentadas por vc têm algo em comum? Afinal, a cultura Snack começou na indústria, quando perceberam a necessidade de produtos vendidos em pequenas quantidades para singles (queijos fatiados, 3 fatias de pão-de-forma, mini-latinha de refri e por aí vai). Os quartos duplos de casal refletem a necessidade de viver uma individualidade que só os solteiros usufruem, sem o radicalismo de ter que se separar pra viver pequenas experiências, como ler até mais tarde ou acordar em horário diferente do parceiro. Eu acho saudável!
Abraços,
Katia

Eduardo Port. disse...

Marinho tudo bem?

Muito bacana seu blog,já te acompanhava no blue bus e na Band News. Agora ficou mais fácil ainda.
Gostaria de saber a história sobre a pesquisa dos assuntos para a coluna!!
Bom é isso aí, parabéns pelo blog e nos encontramos pelo rádio, web, ou de vez enquando no elevador, pois moramos no mesmo edifício.

Abraços.

Eduardo.